Comportamento de genótipos de feijão-caupi (Vigna unguiculata L. Walp., Fabaceae) sob infestação de Empoasca sp. (Hemiptera: Cicadellidae) e Liriomyza sp. (Diptera: Agromyzidae) em Redenção, Ceará, Brasil

Autores

  • Francisca Arila Maciel de Souza Xavier Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira
  • João Gutemberg Leite Moraes Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira
  • Marcos Levi Saraiva Silva Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira
  • Rufino Barreto de Matos Neto Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira
  • Damila de Oliveira Firmino Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira
  • Gleidson Vieira Marques Universidade Federal do Sul da Bahia
  • Ervino Bleicher Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.33447/paubrasilia.v3i1.21

Palavras-chave:

Insecta, minador, cigarrinha-verde, resistência de plantas

Resumo

O feijão-caupi (Vigna unguiculata L. Walp.) é uma fabácea utilizada como fonte alimentar em diversos países da África, Ásia e Américas. Objetivou-se, com esta pesquisa, avaliar o comportamento de genótipos de feijão-caupi ao ataque de cigarrinha-verde (Empoasca sp.) e de minador (Liriomyza sp.). O experimento foi conduzido na Fazenda Experimental Piroás da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), nos meses de agosto a outubro de 2018, onde se utilizou o delineamento experimental em blocos ao acaso, com 15 tratamentos e quatro repetições. Para a cigarrinha, foi avaliado o número de indivíduos por planta na parcela útil, aleatoriamente, uma vez na semana, ao longo de nove semanas. Já para a minadora, foi avaliada a frequência de minas, na parcela útil e ao acaso, ao longo de quatro semanas. Os dados acumulados na última amostragem foram transformados [(x + 0,5)1/2] e submetidos à análise de variância, sendo as médias comparadas pelo teste Scott-Knott. Os genótipos BRS Juruá, BRS Marataoã, Rabo de Soin, BRS Guariba, BR 17 Gurguéia, BRS Xiquexique, BRS Potengi, BRS Aracê, BRS Cauamé, BRS Imponente, BRS Itaim, BRS Tumucumaque e Vita-7 foram menos suscetíveis ao ataque de Empoasca sp., enquanto que BRS Aracê, Rabo de Soin e Vita-7 foram menos atacados por Liriomyza sp.

Publicado

2020-06-05

Como Citar

1.
Xavier FAM de S, Moraes JGL, Silva MLS, Matos Neto RB de, Firmino D de O, Marques GV, Bleicher E. Comportamento de genótipos de feijão-caupi (Vigna unguiculata L. Walp., Fabaceae) sob infestação de Empoasca sp. (Hemiptera: Cicadellidae) e Liriomyza sp. (Diptera: Agromyzidae) em Redenção, Ceará, Brasil. Paubrasilia [Internet]. 5º de junho de 2020 [citado 13º de agosto de 2020];3(1):18-23. Disponível em: https://periodicos.ufsb.edu.br/index.php/paubrasilia/article/view/21

Edição

Seção

Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##