Flora de interesse meliponícola em um fragmento de Mata Atlântica no litoral norte da Bahia, Brasil

Autores

  • Sinara Oliveira dos Santos Universidade Estadual de Feira de Santana https://orcid.org/0000-0002-7191-6994
  • Marcos da Costa Dórea Universidade Estadual de Feira de Santana https://orcid.org/0000-0003-2263-5579
  • Reyjane Patrícia de Oliveira Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Luciene Cristina Lima e Lima Universidade do Estado da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.33447/paubrasilia.2021.e0078

Palavras-chave:

angiospermas, flora melitófila, meliponíneos, recurso floral

Resumo

Objetivou-se conhecer os recursos tróficos, florescimento e visitantes florais no entorno de um meliponário, em um fragmento de Mata Atlântica, litoral norte da Bahia, Brasil. As plantas floridas foram marcadas, fotografadas, coletadas, herborizadas, identificadas e depositadas no HUNEB. Foram identificadas 80 espécies vegetais, pertencentes a 69 gêneros e 31 famílias, sendo Asteraceae/Fabaceae (11) e Rubiaceae (oito) as mais representativas em número de espécies. Dessas plantas, (37,5%) tiveram suas flores visitadas por meliponíneos, e ainda as espécies Borreria verticillata (L.) G.Mey., Conocliniopsis prasiifolia (DC.) R.M.King & H.Rob., Commelina erecta L., Mimosa pudica L., Richardia grandiflora (Cham. & Schltdl.) Steud. e Turnera subulata Sm. apresentaram flores durante todo o período estudado. A vegetação herbácea (53,33%) foi a mais representativa, e o néctar representou 56,67% do recurso disponível a essas abelhas, contribuindo para o conhecimento do pasto apícola para guilda dessas abelhas na área de estudo.

 

Downloads

Publicado

16.11.2021

Como Citar

SANTOS, S. O. dos; DÓREA, M. da C.; OLIVEIRA, R. P. de; LIMA, L. C. L. e. Flora de interesse meliponícola em um fragmento de Mata Atlântica no litoral norte da Bahia, Brasil. Paubrasilia, Porto Seguro, v. 4, p. e0078, 2021. DOI: 10.33447/paubrasilia.2021.e0078. Disponível em: https://periodicos.ufsb.edu.br/index.php/paubrasilia/article/view/78. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos