Atuação em ensino, pesquisa e extensão no Herbário do Instituto de Biologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Autores

  • Carla Y Gubáu Manão Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Diego Edon Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Erika von Sohsten de Souza Medeiros Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Jorginaldo William de Oliveira Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Valéria Ferrão Paiva Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Lana Sylvestre Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Rosana Conrado Lopes Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.33447/paubrasilia.2021.e0060

Palavras-chave:

biodiversidade, coleções biológicas, Ducommun, flora brasileira, fungos, Occhioni, RFA

Resumo

O Herbário do Departamento de Botânica (RFA), do Instituto de Biologia pertencente à Universidade Federal do Rio de Janeiro, foi criado em 1954, pelo professor Paulo Occhioni, para atender às atividades de ensino e pesquisa. A coleção teve início a partir das coletas resgatadas na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, representadas por 794 exsicatas da Coleção da Flora Europeia do botânico J.C. Ducommun. Posteriormente, a coleção foi incrementada com amostras da Flora do Rio de Janeiro, resultado de excursões botânicas periódicas. Atualmente, constam no herbário 45.260 espécimes de todos os grupos vegetais e fungos. Destacam-se 118 tipos nomenclaturais e duas coleções auxiliares, como a Carpoteca e a Fototeca. O RFA é uma coleção dinâmica que se preocupa com a divulgação científica e com as atividades que envolvem o ensino, a extensão e a pesquisa, principalmente por ser parte da universidade.

Biografia do Autor

Carla Y Gubáu Manão, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Bacharelado e Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Gama Filho (2008), mestrado em Biologia Vegetal pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2011) e doutorado em Biologia Vegetal pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2017). Atualmente é Técnica do Herbário RFA na Universidade Federal do Rio de Janeiro e Bióloga Botânica colaboradora do Parque Botânico/ECOMUSEU da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, na Ilha Grande/Angra dos Reis. Tem experiência nas áreas de Botânica e Ecologia Vegetal, com ênfase em Ecologia de Ecossistemas, atuando principalmente nos seguintes temas: Fitossociologia e Florística em Mata Atlântica (Floresta Ombrófila e Restinga), Manejo e Informatização de Coleção Botânica (Herbário) e Estudos Aplicados em Morfologia Vegetal. 

Diego Edon, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Técnico em Controle Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, Campus Nilópolis. Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com período sanduíche em Environmental Sciences na University of Wisconsin - River Falls, EUA. Atualmente é servidor público no cargo de Técnico em Herbário do Herbário RFA da Universidade Federal do Rio de Janeiro e mestrando do Programa de Pós Graduação em Ecologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, sob orientação da Profa. Mariana Moncassim Vale e coorientação do Prof. Fabio Rubio Scarano, trabalhando com Unidades de Conservação e sua eficiência na proteção da cobertura vegetal e benefícios socioeconômicos. Tem interesse na área de Ecologia, principalmente nos seguintes temas: Biologia da Conservação, Mudanças Climáticas Globais e Unidades de Conservação.

Erika von Sohsten de Souza Medeiros, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Santa Úrsula(1994) e mestrado em Programa de Pós-Graduação em Botânica pela Escola Nacional de Botânica Tropical(2006). Atualmente é Técnico de Laboratório (Herbário) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Taxonomia Vegetal. Atuando principalmente nos seguintes temas:levantamento floristico, Piperaceae.

Jorginaldo William de Oliveira, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Bacharelado Em Ciências Biológicas pela Universidade Gama Filho (1995) e graduação em Ciências Biológicas com Licenciatura Plena em Ciências pela Universidade Gama Filho (1995). Atualmente é técnico em conservação de herbário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Tem experiência na área de Botânica. com ênfase em Técnicas de Conservação de Herbário, atuando principalmente no seguinte tema: herbario. É Educador Ambiental, tem vasta experiência em Agenda 21, Agenda 21 Escolar e projetos relevantes ao tema: Educação ambental ,Agenda 21,agenda 21 Escolar 

Valéria Ferrão Paiva, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Graduada em Biologia Marinha pelas Faculdades Integradas Maria Thereza (1990), com especialidade em Educação Corporativa pela Universidade Veiga de Almeida (2011). Técnica do Herbário RFA, UFRJ.

Lana Sylvestre, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Lana da Silva Sylvestre possui graduação em licenciatura e bacharelado em Ciências Biológicas pela Faculdade de Humanidades Pedro II em 1983, mestrado em Botânica pelo Museu Nacional (UFRJ) em 1991 e doutorado em Botânica pela Universidade de São Paulo em 2001. Atualmente é Professor Associado do Departamento de Botânica da Universidade Federal do Rio de Janeiro e orientador de mestrado e doutorado no curso de Pós-graduação em Botânica do Museu Nacional (UFRJ). É membro da Sociedade Botânica do Brasil, da Asociación Latinoamericana de Botánica e da American Society of Plant Taxonomists. Orientou 12 dissertações de mestrado e oito teses de doutorado. Tem experiência na área de Botânica com ênfase em taxonomia de Samambaias e Licófitas, especialmente na família Aspleniaceae e na flora do estado do Rio de Janeiro.

Rosana Conrado Lopes, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Santa Úrsula (1989), mestrado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996) e doutorado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003). Atualmente é professora Associada da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Biologia. Orienta no Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Botânica pelo Museu Nacional) e no Programa de Pós-Graduação PROFBIO - Mestrado em Ensino de Biologia na UFRJ. É Curadora do Herbário RFA desde 2003. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Taxonomia de Fanerógamos, atuando principalmente nos seguintes temas: asparagales, taxonomia, palinologia, restinga, mata atlântica, herbário e ensino.

Downloads

Publicado

15.06.2021

Como Citar

MANÃO, C. Y. G.; EDON, D.; MEDEIROS, E. von S. de S.; OLIVEIRA, J. W. de; PAIVA, V. F.; SYLVESTRE, L.; LOPES, R. C. Atuação em ensino, pesquisa e extensão no Herbário do Instituto de Biologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Paubrasilia, Porto Seguro, v. 4, p. e0060, 2021. DOI: 10.33447/paubrasilia.2021.e0060. Disponível em: https://periodicos.ufsb.edu.br/index.php/paubrasilia/article/view/60. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

Relatos