Composição florística da Serra da Fumaça, norte da Chapada Diamantina, Bahia, Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33447/paubrasilia.2022.e0101

Palavras-chave:

caatinga, campo rupestre , flora

Resumo

O presente trabalho teve como principal objetivo realizar o levantamento florístico de espécies de angiospermas da Serra da Fumaça, município de Pindobaçu, para ampliar o conhecimento da flora e dos padrões de distribuição de espécies presentes no norte da Chapada Diamantina, Bahia, Brasil. Para tanto, foram realizadas expedições na área de estudo por um período de dois anos, além de levantamento no banco de dados dos herbários HUNEB e HUEFS. Os espécimes férteis foram coletados e processados seguindo os métodos usuais da botânica. O material herborizado foi identificado e incorporado ao HUNEB. Foram registradas 217 espécies, pertencentes a 52 famílias botânicas, com ocorrência de uma taxa de endemismo de 43,32% para espécies brasileiras e 6,9% para a Bahia. Rubiaceae, Orchidaceae, Fabaceae, Melastomataceae, Asteraceae e Euphorbiaceae estão entre as famílias mais representativas na área de estudo, enquanto o tipo de hábito predominante foi o herbáceo. Os dados aqui apresentados poderão subsidiar planos de manejo com o intuito de conservação e preservação na área, considerada de extrema importância biológica.

Biografia do Autor

Francisco Hilder Magalhães e Silva, Universidade do Estado da Bahia

Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Ceará (2000), mestre (2002) e doutor (2007) em Botânica pela Universidade Estadual de Feira de Santana. Pós-Doutor pela Universidade de Montpellier (França). Atualmente é professor Titular em regime de Dedicação Exclusiva da Universidade do Estado da Bahia, onde atua na graduação e pós-graduação. Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Palinologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Floras polínicas, Arqueopalinologia, Aeropalinologia, Melissopalinologia, Palinologia Forense.

Marileide Dias Saba, Universidade do Estado da Bahia

Possui Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1991), Mestrado (2002) e Doutorado (2007) em Botânica pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Atualmente atua como Professora Titular no Campus VII, em Senhor do Bonfim, no curso de Ciências Biológicas e no Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Vegetal (PPGBVeg), do qual atualmente está como coordenadora. Desenvolve pesquisas na área de Botânica, com ênfase na área de Palinologia, utilizando a morfologia polínica para o estudo das relações taxonômicas e filogenéticas da flora brasileira, além de estudos relacionados a caracterização palinológica de produtos apícolas. Atualmente coordena os Projetos: ?Pesquisas Palinológicas de espécies vegetais do Semiárido: Palinoflora, Palinotaxonomia e Melissopalinologia? e ?Caracterização palinológica da flora e produtos apícolas do Território Piemonte Norte do Itapicuru?. Tem assim a Palinologia como principal linha de pesquisa, com atuação nos seguintes temas: Palinotaxonomia, Palinoflora e Melissopalinologia. Contato: msaba@uneb.br

Downloads

Publicado

01.12.2022

Como Citar

SANTOS, Valdira de Jesus; SILVA, Francisco Hilder Magalhães e; SOUSA , Luzicléia Araújo; SOUSA , Valdineide Reis de; SILVA, Monique Emanuele da; SABA, Marileide Dias. Composição florística da Serra da Fumaça, norte da Chapada Diamantina, Bahia, Brasil. Paubrasilia, Porto Seguro, v. 5, p. e101, 2022. DOI: 10.33447/paubrasilia.2022.e0101. Disponível em: https://periodicos.ufsb.edu.br/index.php/paubrasilia/article/view/101. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)