Perfil botânico do pólen apícola produzido por Apis mellifera L., 1758 em um apiário localizado no semiárido baiano

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33447/paubrasilia.2022.e0085

Palavras-chave:

caatinga, cerrado, tipos polínicos, marcadores geográficos

Resumo

Os representantes de Apis mellifera possuem uma atividade de forrageamento intensa para a busca de alimentos, armazenando uma grande quantidade de grãos de pólen, que são importantes devido ao seu alto valor nutritivo. Visando conhecer o perfil botânico do pólen apícola produzido por A. mellifera em uma área de ecótono no semiárido baiano, bem como as preferências alimentares desta espécie, foram coletadas amostras de pólen apícola em um apiário no município de Caetité, Bahia, com coletor de pólen, e as mesmas tratadas com acetólise. Foram encontrados 65 tipos polínicos. Os tipos classificados como muito frequentes (MF) foram: Evolvulus glomeratus, Eucalyptus e Mimosa tenuiflora, sendo esses os mais importantes para as abelhas nesse estudo. Algrizea minor, Caryocar brasiliense e Mimosa adenophylla foram considerados bons marcadores geográficos da vegetação local. Os resultados reforçam o hábito generalista da abelha e os fatores climáticos influenciaram na disponibilidade dos recursos florais.

Downloads

Publicado

07.05.2022

Como Citar

BORGES, R. L. B. de; SILVA, J. da; NASCIMENTO, J. dos S. Perfil botânico do pólen apícola produzido por Apis mellifera L., 1758 em um apiário localizado no semiárido baiano. Paubrasilia, Porto Seguro, v. 5, p. e85, 2022. DOI: 10.33447/paubrasilia.2022.e0085. Disponível em: https://periodicos.ufsb.edu.br/index.php/paubrasilia/article/view/85. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos